Curiosidades sobre a Itália

[:pb]

Itália

– A Itália unificou-se (da maneira como a vemos nos mapas atualmente) no final do século XIX.

Monumento a Vittorio Emanuele II (Roma, 2015).

– O idioma italiano foi instituído em todo o país graças à obra de Dante Alighieri, a Divina Comédia.
– A Itália faz parte da União Europeia, juntamente com outros 27 países.
– A moeda corrente atual é o euro (que, na cotação de agosto de 2015, estava por volta de R$ 3,85).
– O euro passou a circular no país em 2002. Antes disso, a moeda usada na Itália era a lira italiana.
– Por fazer parte do Espaço Schengen, o turista brasileiro não necessita de visto para ficar num período de até três meses.

Coliseu, um dos principais cartões postais da Itália (Roma, 2015).


Idioma

– Para falar “oi” você diz “ciao” (leia tchau). O mesmo você diz para se despedir.

Comes & bebes

– A salada é considerada segundo prato em uma refeição. O primeiro prato é a massa.
– A variedade de macarrão e molhos é enorme. Toda uma viagem não é suficiente para provar tudo!
– Em muitas partes, há pequenas fontes com água potável, onde qualquer pessoa pode tomar água ou encher sua garrafinha.

Fontes de água potável, disponíveis para a população (Roma, 2015).

Imigração & Emigração

– De 1876 até a Primeira Guerra Mundial, 14 milhões de italianos saíram de seu país, principalmente para ir à América (à princípio iam para Argentina e Brasil e, depois, aos Estados Unidos).

Publicidade de transatlântico de 1915. Informação obtida no Museu Nazionale dell’Emigrazione Italiana, Roma, 2015.

– Durante quase todo o século XX o número de pessoas que saem da Itália é maior do que daquelas que entram para viver no país. A situação começa a inverter em 1973.
– Os principais imigrantes que vivem na Itália (segundo dados de 2009) são da Romênia, Albânia, Marrocos, China, Ucrânia e Filipinas.[:pe]

Itália

– A Itália unificou-se (da maneira como a vemos nos mapas atualmente) no final do século XIX.

Monumento a Vittorio Emanuele II (Roma, 2015).

– O idioma italiano foi instituído em todo o país graças à obra de Dante Alighieri, a Divina Comédia.
– A Itália faz parte da União Europeia, juntamente com outros 27 países.
– A moeda corrente atual é o euro (que, na cotação de agosto de 2015, estava por volta de R$ 3,85).
– O euro passou a circular no país em 2002. Antes disso, a moeda usada na Itália era a lira italiana.
– Por fazer parte do Espaço Schengen, o turista brasileiro não necessita de visto para ficar num período de até três meses.

Coliseu, um dos principais cartões postais da Itália (Roma, 2015).


Idioma

– Para falar “oi” você diz “ciao” (leia tchau). O mesmo você diz para se despedir.

Comes & bebes

– A salada é considerada segundo prato em uma refeição. O primeiro prato é a massa.
– A variedade de macarrão e molhos é enorme. Toda uma viagem não é suficiente para provar tudo!
– Em muitas partes, há pequenas fontes com água potável, onde qualquer pessoa pode tomar água ou encher sua garrafinha.

Fontes de água potável, disponíveis para a população (Roma, 2015).

Imigração & Emigração

– De 1876 até a Primeira Guerra Mundial, 14 milhões de italianos saíram de seu país, principalmente para ir à América (à princípio iam para Argentina e Brasil e, depois, aos Estados Unidos).

Publicidade de transatlântico de 1915. Informação obtida no Museu Nazionale dell’Emigrazione Italiana, Roma, 2015.

– Durante quase todo o século XX o número de pessoas que saem da Itália é maior do que daquelas que entram para viver no país. A situação começa a inverter em 1973.
– Os principais imigrantes que vivem na Itália (segundo dados de 2009) são da Romênia, Albânia, Marrocos, China, Ucrânia e Filipinas.[:]