De olho no curso de graduação: ENGENHARIAS


Texto de Iracema Cerdan Zavaleta Galves

O que você leva em consideração ao pensar no seu futuro profissional? Vamos analisar os cursos de Engenharias oferecidos no Brasil com os dados fornecidos pela Revista FAPESP (maio/2015).

tabela engenharia

Veja que interessante: em 14 anos, a oferta dos cursos de Engenharia aumentou mais que quatro vezes, ou seja, há mais oportunidades para fazer um curso atualmente na área. No entanto, dos que entram, um número menor que a quinta parte deles é que se formam.

Aqui, temos que salientar que há diversos cursos de Engenharia e cada um prepara para se trabalhar em uma área determinada, as mais conhecidas são Engenharia Civil, Mecânica, Química ou Elétrica, mas, o Guia do Estudante lista 34 engenharias com cursos de graduação no Brasil. Veja a lista completa aqui.

engenharias

Perguntamos a opinião do Professor Doutor de Engenharia de Produção da Unesp Itapeva, Elí W. Zavaleta Aguilar, sobre o motivo da desistência dos estudantes no decorrer do curso. Ele nos explicou que os alunos que entram neste campus (universidade pública) têm certa defasagem e, consequentemente, dificuldade em acompanhar as aulas, que são bastante pesadas. Além disso, alguns estudantes não se adaptam à cidade do interior.

Já o Engenheiro Civil Edivaldo Paulino de Morais*, formado em uma universidade particular, cita três causas para o abandono do curso: 1) deficiência no ensino das matérias da área de exatas do Ensino Médio; 2) custo relativamente elevado dos curso de engenharias (em média, a mensalidade sai por R$ 1600 e ainda há despesas como xerox; livros; visitas técnicas em obras fora da faculdade, etc.; e 3) o alto grau de dificuldade do curso, o que exige uma maior dedicação por parte do estudante. Sobre esse último item, Edivaldo ainda coloca: “sem falar que algumas faculdades aumentaram as suas médias de 7 para 8 para se adequar às normas do Ministério da Educação e do Conselho Federal de Engenharias e Agronomia (CONFEA). Vale apenas ressaltar os fatores externos como famílias, namorado (a), que cobram o aluno(a) por não ter mais tempo para eles. Além disso, em torno das faculdades proliferam pequenos bares e casas noturnas que contribuem para desconcentrar os alunos”.

E você, qual sua opinião sobre os cursos de Engenharias?

pensamento dificil

 

* Engenheiro Civil Edivaldo Paulino de Morais – CREA 506.263.959-3 – contatos: (11) 2515-4424 / 99428-9960 / 96135-0904

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *