Pintura a dedo


Por volta dos 2 anos de idade (ou até menos), a criança já é capaz de usar tintas e as mãos para colorir o papel.

Essa técnica desenvolve diversas habilidades nos pequenos, como, por exemplo, a coordenação motora e a criatividade.

Se a atividade for compartilhada com outra pessoa, o ganho é ainda maior, pois permite também o desenvolvimento da comunicação, da oralidade: a criança pode, além de se expressar no papel, expressar seus sentimentos e emoções ao companheiro. Esse momento pode, inclusive, ser um ponto de partida para uma conversa descontraída.

Para os maiores, a pintura a dedo tem também a função de relaxar, seria um momento de desligar-se das preocupações e focar na sua relação com o papel, com as cores e os sentimentos que a atividade provoca.

Quando um adulto acompanha uma criança nessa tarefa o ganho é visível para ambos, pois, além das vantagens citadas acima, o vínculo estabelecido durante a atividade enche os corações dos envolvidos e torna a relação mais harmoniosa.

tintas

Dicas:

  • Use tintas próprias de pintura a dedo, que sejam atóxicas.
  • Para o trabalho com os pequenos, o ideal é que seja realizado em um espaço grande, para que eles possam colorir mais livremente e sem muitas preocupações com o limite do espaço: cartolinas ou papel kraft são opções melhores do que uma folha de sulfite A4 por ser de maior tamanho.
  • Para a sujeira não atrapalhar a diversão, sugere-se forrar bem a mesa (ou a superfície usada para a atividade), colocar uma roupa velha que possa ficar com alguns borrões e deixar à mão uma bacia com água e um pano para limpar a pele quando a brincadeira acabar.
  • Se for possível, deixe celulares e outros equipamentos que possam interferir na tarefa longe.
  • Depois de seca, seria bem legal se a atividade ficasse exposta por um tempo, como uma recordação de um lindo momento em família.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *