A Educação na ABORDAGEM COMPORTAMENTALISTA


Características

Gerais

O homem descobre o conhecimento já existente à sua volta. A experiência é o principal instrumento utilizado para o conhecimento.
Ser Humano O ser humano é uma conseqüência do meio, sempre dependente daqueles que lhe ensinam. O objetivo maior do processo evolutivo é que esse homem torne-se auto-controlável, autossuficiente e, agora que é consciente das influências genéticas e do meio, que transforme alguns dados da realidade.
Mundo A realidade é um fenômeno objetivo, ou seja, o mundo já é construído e o homem é produto do meio. Para que a formulação das relações entre um organismo e seu ambiente seja adequada, devem-se sempre especificar três aspectos: a ocasião na qual a resposta ocorreu, a própria resposta e as conseqüências reforçadoras.
Sociedade –

Cultura

A cultura é o ambiente social, molda e preserva o comportamento daqueles que vivem nela. A sociedade ideal sugere um planejamento social e cultural. O indivíduo tem seu papel nesse planejamento sócio-cultural, que é ser passivo e respondente ao que dele é esperado.
Conhecimento O conhecimento é resultado direto da experiência.
Educação A educação é a transmissão dos comportamentos, práticas sociais, habilidades básicas para o controle do mundo; transmissão da cultura. Quanto mais o comportamento do indivíduo é controlado maior o alcance de sua responsabilidade.
Escola A escola controla, direciona, instala padrões de comportamento para determinado contexto cultural. A escola está ligada a outros sistemas sociais, como governo, política e depende destas para sobreviver. Skinner critica a escola existente que usa de um tipo de controle que não leva o aluno a possuir uma aprendizagem efetiva.
Ensino –

Aprendizagem

A aprendizagem é qualquer comportamento que se acrescenta ao repertório de um organismo e que seja uma mudança comportamental relativamente permanente. É decorrente de uma prática reforçada como: elogios, notas, prêmios, reconhecimento do professor e de outros colegas, incluindo também: aprovação final no curso, possibilidade de ascensão social, monetária etc.
Professor –

Aluno

O professor é responsável por desenvolver o sistema de ensino-aprendizagem levando em consideração tempo, esforços e custos, além da preocupação de que o desempenho do aluno seja máximo. Ele também é considerado um engenheiro comportamental, por projetar os passos do ensino e fixar comportamentos de acordo com critérios por ele decididos. Ao aluno cabe o controle do processo de aprendizagem.
Metodologia A metodologia é individualista buscando potencializar as habilidades individuais. O conteúdo deve ser dividido em partes e ter por foco que o maior número de alunos atinja as metas estabelecidas. O ensino individual consiste em respeitar as diferenças de cada um.
Avaliação A avaliação na perspectiva comportamentalista é feita durante todo o processo educacional, na qual se procura fazer uma pré-testagem para saber sobre os conhecimentos prévios e a partir disso planejar e executar as etapas do processo de ensino-aprendizagem. Pretende verificar o que o aluno aprendeu e se alcançou os objetivos estabelecidos. Os conhecimentos são modelados por meio dos resultados do comportamento.
Considerações

finais

A visão comportamentalista coloca o homem como meio e reativo a ele. O meio é controlado e manipulado e, conseqüentemente, o homem também. Skinner pensa que o homem será livre desta forma, sendo controlado e tendo controle. Por meio de técnicas é que se desenvolve o comportamento social. Tudo que envolve a educação é um arranjo de normas, com práticas efetuadas na sala de aula. A cooperação entre os alunos nesse processo não é enfatizada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *