Cidade do Panamá e arredores (Panamá)

[:pb]O Panamá é um país pequeno com muita história e atrativos. Faz fronteira com a Colômbia e Costa Rica. E tem uma grande importância mundial devido ao Canal do Panamá, construído pelos estadunidenses no início do século passado, que facilita a passagem de navios entre os oceanos Pacífico e Atlântico.

Vista da Cidade do Panamá desde a Cinta Costera (2015)
Vista da Cidade do Panamá desde a Cinta Costera (2015)

Quem vai ao Panamá não pode deixar de conhecer o Canal do Panamá, uma construção grandiosa que fez com que a economia do país crescesse consideravelmente. Inicialmente foram os franceses que estavam à frente do projeto, mas não conseguiram levá-lo a diante e os estadunidenses assumiram o trabalho, finalizando-o em 10 anos.

O canal tem três eclusas que podem ser vistas pelos turistas. A que vamos indicar aqui é a de Miraflores. Visitá-la custa US$ 15 para os turistas estrangeiros e permite com que se veja, além da passagem dos navios, um vídeo rápido sobre o Canal e se visite um museu com informações sobre a construção e o ecossistema da região.

Navio (porta-carros, com 6000 veículos sendo transportados dentro dele) atravessando a eclusa Miraflores, no Canal do Panamá (Cidade do Panamá, 2015)
O navio mostrado na foto está atravessando a eclusa Miraflores, no Canal do Panamá. Ele é um porta-carros que está transportando 6000 veículos e teve de pagar por volta de US$ 300 mil para atravessar o canal (Cidade do Panamá, 2015)

Para chegar ao Canal de Panamá a opção mais barata é ir de transporte público. Basta pegar um metrô ou ônibus até Albrook. De lá, de hora em hora (horas cheias, ou seja, 8 h, 9h, 10h…), sai o ônibus Miraflores. Basta pegá-lo (mais ou menos em frente da entrada Rino do shopping Albrook) e descer no ponto final.

Com o funcionamento do Canal, o país se transformou em uma importante rota comercial e, consequentemente, encheu-se de shoppings centers, oferecendo aos turistas bons preços dos mais variados produtos.

Assim, se está planejando visitar a cidade do Panamá, acrescente no roteiro ao menos um shopping center. Sugerimos três: Albrook (o maior e mais famoso), Los Andes (mais novo e mais charmoso) e Multiplaza (que, em nossa opinião, apresenta um melhor atendimento ao cliente).

Chegar nos três shoppings é fácil: o Albrook está muito próximo à estação de metrô de mesmo nome, o Los Andes também está perto de uma estação com o mesmo nome e, para chegar ao Multiplaza, deve-se ir de ônibus, uma das opções é o Panamá Viejo, que o deixa em frente a esse estabelecimento comercial (infelizmente, até essa data, o Google Maps ainda não oferece rotas de ônibus na Cidade de Panamá).

Shopping Albrook no Black Friday de 2015 (Cidade do Panamá)
Shopping Albrook no Black Friday de 2015 (Cidade do Panamá)

Na Cidade do Panamá, vale a pena conhecer o Casco Viejo, por sua arquitetura colonial e restaurantes aconchegantes. Aproveite também para caminhar pela Cinta Costera, tendo uma visão bonita tanto da cidade com seus arranha-céus quanto dos panamenhos que aproveitam, principalmente o final da tarde, para fazer esportes e encontrar amigos nessa área. Além disso, faça uma refeição e conheça no Mercado de Mariscos e conhecer os pratos típicos do país (em sua estadia no Panamá, não deixe de provar arroz con coco e patacón).

Ceviche (no copo), patacones e arroz con coco, em um restaurante do Mercado de Mariscos (Cidade do Panamá, 2015)
Ceviche (no copo), patacones e arroz con coco, em um restaurante do Mercado de Mariscos (Cidade do Panamá, 2015)

Um museu importante é o Biomuseo, que apresenta um pouco da biodiversidade do país, contando sobre sua formação geológica e cultural do local em diversas salas. A entrada a esse museu é de US$ 18,00.

O Biomuseo está na Avenida Amador. Para chegar ali, pode-se pegar o ônibus Amador que sai de Albrook (mais o menos em frente na entrada Tigre do shopping). Há um ponto em frente do museu.

Outra vantagem que tem o Panamá, por ser banhado pelos oceanos Atlântico e Pacífico, são as numerosas praias. Se você está na capital panamenha é mais fácil ir a alguma do oceano Pacífico. A ilha Taboga é uma opção interessante, pois está perto, é de fácil acesso e é bem agradável.

Isla Taboga, Panamá (2015)
Isla Taboga, Panamá (2015)

Para ir à ilha Taboga o trajeto é mais ou menos parecido ao feito para ir ao Biomuseo: vá até a estação de metrô Albrook e, de lá, pegue o ônibus Amador. Desça no ponto Smithsonian, próximo a Punta Culebra (se necessário, peça ao motorista para avisar). Então, procure pelos barcos que atravessam o pequeno trecho de água que separa o continente da ilha no final da Avenida Punta Culebra. O valor da ida e volta com a empresa Calypso é US$ 14 e o trajeto demora em torno de uma hora.

Se optar por fazer uma refeição na ilha, sugerimos seguir ao lado esquerdo na saída do pier, já que dispõem de melhor atendimento.

Nota: Para usar a maior parte do transporte público na Cidade do Panamá é necessário comprar um cartão pré-pago recarregável que custa US$ 2. Com ele, pode-se usar os transportes com a marca Metrobus (ou seja, o metrô e alguns ônibus). O valor da passagem de ônibus é US$ 0,25 e, de metrô, US$ 0,35 (informações de dezembro de 2015).[:pe]Panamá es un país pequeño con mucha historia y atractivos. Hace frontera por el sur con Colombia y por el norte con Costa Rica. Y tiene una gran importancia mundial devido al Canal de Panamá, construído por estadunidenses en el inicio de siglo pasado, que facilita el trayecto de navios entre los oceanos Pacífico y Atlántico.

Vista da Cidade do Panamá desde a Cinta Costera (2015)
Vista de la Ciudade de Panamá desde la Cinta Costera (2015)

Quien va a Panamá no puede dejar de conocer el Canal de Panamá, una construcción grandiosa que hace con que la economia del país cresca considerablemente. Inicialmente fueron los franceses que estaban al frente del proyecto, pero no consiguieron llevarlo a cabo, luego los estadounidenses asumieron el trabajo, finalizandolo en 10 años.

El canal tiene tres esclusas y todas estas pueden ser visitadas por los turistas. La que vamos a indicar aqui es la de Miraflores. Visitarla cuesta US$ 15 para los turistas extrangeros y permite que se vea, además del pase de los navios, un breve video sobre la história del Canal y se visite un museo con informaciones de su construcción y del ecosistema de la región.

Navio (porta-carros, com 6000 veículos sendo transportados dentro dele) atravessando a eclusa Miraflores, no Canal do Panamá (Cidade do Panamá, 2015)
El navio mostrado en la fotografia está atravesando la esclusa Miraflores. Éste es un porta-carros y está transportando 6000 veículos, para esto tuvo que pagar por vuelta de US$ 300 mil para pasar el canal (Canal de Panamá, 2015)

Para llegar al Canal de Panamá la opción mas barata es ir de transporte público. Basta coger el metro o ir de bus hasta Albrook. De allí, de hora en hora (8 h, 9h, 10h…), sale el metrobus Miraflores. Este bus sale mas o menos al frente de la entrada Rinoceronte del shopping Albrook, deves bajar del bus en el punto final.

Con el funcionamiento del Canal, el país se transformó en una importante ruta comercial y, consecuentemente, se llenó de shoppings centers, ofreciendo a los turistas buenos precios a los mas variados productos.

Así, si estas planeando visitar la ciudad de Panamá, adiciona a tu itinerario al menos un shopping center. Sugerimos tres: Albrook (el más grande y más famoso), Los Andes (mas nuevo) y Multiplaza (que, en nuestra opinión, es donde atienden mejor al cliente).

Llegar a los tres shoppings es fácil: Albrook está muy próximo a la estación de metro del mismo nombre, Los Andes también está cerca de una estación con el mismo nombre y, para llegar a Multiplaza, deves ir de bus, una de las opciones es coger el metrobus en dirección a Panamá Viejo, que te dejará al frente de ese establecimiento comercial (infelizmente, hasta la fecha, Google Maps aun no ofrece rutas de bus en la Ciudade de Panamá).

Shopping Albrook no Black Friday de 2015 (Cidade do Panamá)
Shopping Albrook en el Black Friday de 2015 (Ciudad de Panamá)

En la Ciudad de Panamá, vale la pena conocer el Casco Viejo, por su arquitectura colonial y agradables restaurantes. Aprovecha también para caminar por la Cinta Costera, apreciando una bonita vista tanto de la ciudad con sus rasca-cielos cuanto de los panameños que aprovechan, principalmente el final de la tarde, para hacer deportes y encontrar amigos en esta área. Además, puedes comer en el Mercado de Mariscos y conocer los platos típicos del país (en tu estadia en Panamá, no dejes de provar arroz con coco y patacón).

Ceviche (no copo), patacones e arroz con coco, em um restaurante do Mercado de Mariscos (Cidade do Panamá, 2015)
Leche de tigre (estilo Panamá), patacones y arroz con coco, en un restaurant del Mercado de Mariscos (Ciudad de Panamá, 2015)

Un museo importante es el Biomuseo, que presenta un poco de la biodiversidad del país, contando sobre su formación geológica y cultural del local, en diversas salas. La entrada a este museo es de US$ 18,00.

El Biomuseo está en la Avenida Amador. Para llegar allí, coge el metrobus Amador que sale de Albrook (mas o menos al frente de la entrada Tigre del shopping). Hay un punto para bajar en frente del museo.

Otra ventaja que tiene Panamá, por ser bañado por los oceanos Atlántico y Pacífico, son las numerosas playas. Si estas en la capital panameña es más fácil ir a alguna del oceano Pacífico. La isla Taboga es una opción interesante, pues está cerca, es de fácil acceso y es bien agradable.

Isla Taboga, Panamá (2015)
Isla Taboga, Panamá (2015)

Para ir a la isla Taboga el trajecto por tierra es mas o menos parecido al del Biomuseo: ve hasta la estación de metro Albrook y, de allí, coge el bus Amador. Baja en el punto Smithsonian, próximo a Punta Culebra (si es necesario, pide al chofer para avisarte). Luego, busca por los barcos que atraviesan el pequeño trecho de água que separa el continente de la isla al final de la Avenida Punta Culebra. El valor del trayecto ida y vuelta con la empresa Calypso es de US$ 14 demora en torno de una hora.

Si optas por comer en la isla, sugerimos ir al lado izquierdo de la salida del muelle, ya que por esos lados disponen de mejor atendimiento.

Nota: Para usar la mayor parte del transporte público en la Ciudad de Panamá es necesario comprar una tarjeta recaregable que cuesta US$ 2. Con ésta, puedes usar los transportes con la marca Metrobus (metro y algunos buses). El valor del pasaje de bus es de US$ 0,25 y, de metro, US$ 0,35 (informaciones en diciembre de 2015).

 

 

 

 

 

 

O Panamá é um país pequeno com muita história e atrativos. Faz fronteira com a Colômbia e Costa Rica. E tem uma grande importância mundial devido ao Canal do Panamá, construído pelos estadunidenses no início do século passado, que facilita a passagem de navios entre os oceanos Pacífico e Atlântico.

Vista da Cidade do Panamá desde a Cinta Costera (2015)
Vista da Cidade do Panamá desde a Cinta Costera (2015)

Quem vai ao Panamá não pode deixar de conhecer o Canal do Panamá, uma construção grandiosa que fez com que a economia do país crescesse consideravelmente. Inicialmente foram os franceses que estavam à frente do projeto, mas não conseguiram levá-lo a diante e os estadunidenses assumiram o trabalho, finalizando-o em 10 anos.

O canal tem três eclusas que podem ser vistas pelos turistas. A que vamos indicar aqui é a de Miraflores. Visitá-la custa US$ 15 para os turistas estrangeiros e permite com que se veja, além da passagem dos navios, um vídeo rápido sobre o Canal e se visite um museu com informações sobre a construção e o ecossistema da região.

Navio (porta-carros, com 6000 veículos sendo transportados dentro dele) atravessando a eclusa Miraflores, no Canal do Panamá (Cidade do Panamá, 2015)
O navio mostrado na foto está atravessando a eclusa Miraflores, no Canal do Panamá. Ele é um porta-carros que está transportando 6000 veículos e teve de pagar por volta de US$ 300 mil para atravessar o canal (Cidade do Panamá, 2015)

Para chegar ao Canal de Panamá a opção mais barata é ir de transporte público. Basta pegar um metrô ou ônibus até Albrook. De lá, de hora em hora (horas cheias, ou seja, 8 h, 9h, 10h…), sai o ônibus Miraflores. Basta pegá-lo (mais ou menos em frente da entrada Rino do shopping Albrook) e descer no ponto final.

Com o funcionamento do Canal, o país se transformou em uma importante rota comercial e, consequentemente, encheu-se de shoppings centers, oferecendo aos turistas bons preços dos mais variados produtos.

Assim, se está planejando visitar a cidade do Panamá, acrescente no roteiro ao menos um shopping center. Sugerimos três: Albrook (o maior e mais famoso), Los Andes (mais novo e mais charmoso) e Multiplaza (que, em nossa opinião, apresenta um melhor atendimento ao cliente).

Chegar nos três shoppings é fácil: o Albrook está muito próximo à estação de metrô de mesmo nome, o Los Andes também está perto de uma estação com o mesmo nome e, para chegar ao Multiplaza, deve-se ir de ônibus, uma das opções é o Panamá Viejo, que o deixa em frente a esse estabelecimento comercial (infelizmente, até essa data, o Google Maps ainda não oferece rotas de ônibus na Cidade de Panamá).

Shopping Albrook no Black Friday de 2015 (Cidade do Panamá)
Shopping Albrook no Black Friday de 2015 (Cidade do Panamá)

Na Cidade do Panamá, vale a pena conhecer o Casco Viejo, por sua arquitetura colonial e restaurantes aconchegantes. Aproveite também para caminhar pela Cinta Costera, tendo uma visão bonita tanto da cidade com seus arranha-céus quanto dos panamenhos que aproveitam, principalmente o final da tarde, para fazer esportes e encontrar amigos nessa área. Além disso, faça uma refeição e conheça no Mercado de Mariscos e conhecer os pratos típicos do país (em sua estadia no Panamá, não deixe de provar arroz con coco e patacón).

Ceviche (no copo), patacones e arroz con coco, em um restaurante do Mercado de Mariscos (Cidade do Panamá, 2015)
Ceviche (no copo), patacones e arroz con coco, em um restaurante do Mercado de Mariscos (Cidade do Panamá, 2015)

Um museu importante é o Biomuseo, que apresenta um pouco da biodiversidade do país, contando sobre sua formação geológica e cultural do local em diversas salas. A entrada a esse museu é de US$ 18,00.

O Biomuseo está na Avenida Amador. Para chegar ali, pode-se pegar o ônibus Amador que sai de Albrook (mais o menos em frente na entrada Tigre do shopping). Há um ponto em frente do museu.

Outra vantagem que tem o Panamá, por ser banhado pelos oceanos Atlântico e Pacífico, são as numerosas praias. Se você está na capital panamenha é mais fácil ir a alguma do oceano Pacífico. A ilha Taboga é uma opção interessante, pois está perto, é de fácil acesso e é bem agradável.

Isla Taboga, Panamá (2015)
Isla Taboga, Panamá (2015)

Para ir à ilha Taboga o trajeto é mais ou menos parecido ao feito para ir ao Biomuseo: vá até a estação de metrô Albrook e, de lá, pegue o ônibus Amador. Desça no ponto Smithsonian, próximo a Punta Culebra (se necessário, peça ao motorista para avisar). Então, procure pelos barcos que atravessam o pequeno trecho de água que separa o continente da ilha no final da Avenida Punta Culebra. O valor da ida e volta com a empresa Calypso é US$ 14 e o trajeto demora em torno de uma hora.

Se optar por fazer uma refeição na ilha, sugerimos seguir ao lado esquerdo na saída do pier, já que dispõem de melhor atendimento.

Nota: Para usar a maior parte do transporte público na Cidade do Panamá é necessário comprar um cartão pré-pago recarregável que custa US$ 2. Com ele, pode-se usar os transportes com a marca Metrobus (ou seja, o metrô e alguns ônibus). O valor da passagem de ônibus é US$ 0,25 e, de metrô, US$ 0,35 (informações de dezembro de 2015).[:]